LITERAR – Grupo de Estudos em Direito e Literatura
  • EDITAL SELEÇÃO DE BOLSISTA – LITERAR 2021

    Publicado em 06/05/2021 às 12:06

    A Professora Luana Renostro Heinen, no uso de suas atribuições, conforme disposto no EDITAL Nº 01/2021/SECARTE (BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA) torna pública a abertura das inscrições destinado a classificar alunos(as) que irão desenvolver atividades no âmbito do Projeto Literar – Grupo de Estudos em Direito e Literatura (Registro SIGPEX nº 202102611).

    O Processo de Seleção de Bolsista acontecerá em duas etapas, formulário e entrevista, a partir do seguinte cronograma:

    CRONOGRAMA:
    – Encerramento da primeira etapa:13/05//2021
    – Resultado primeira etapa:14/05/2021

    Primeira Etapa | Link do formulário: https://forms.gle/iJ9o9Uq3DCiEuLYw6

    Os selecionados na primeira etapa participarão da segunda etapa que consiste em uma breve entrevista com nossa equipe. As datas e horários serão enviadas por e-mail, junto com o resultado da primeira etapa.

    A entrevista consiste em uma conversa com o candidato, para que, além de o conhecermos, nós possamos apresentar nossa forma de funcionamento e as atividades por nós desempenhadas.


  • Literar | 4 Edição

    Publicado em 28/01/2021 às 18:08

    Feliz 2021 para todos(as)! Preparados para mais um semestre de atividades?

    Neste semestre, realizaremos dois projetos diferentes em paralelo, ou seja, grupos de estudos distintos com reuniões separadas:


    O grupo de estudos da metodologia do Direito e Literatura tem o como objetivo aprofundar nossos conhecimentos nesse campo de pesquisa em Direito, estudando seus precursores, textos de pesquisadores que contribuíram para sua evolução, bem como das tentativas de sistematização e sua institucionalização. A partir desses conhecimentos acumulados, buscaremos construir em conjunto uma visão metodológica própria para que os participantes do grupo possam ter bases consolidadas para lançarem-se nas pesquisas em Direito e Literatura.

    Em cada uma de nossas reuniões contaremos com apresença de um especialista em Direito e Literatura para abordar temáticas estudadas por esse campo de estudo. Após breve explanação sobre a temática escolhida, a partir de um texto previamente selecionado a ser lido pelos participantes, construiremos conjuntamente o conhecimento indagando e acrescentando a apresentação de nosso convidado.

    A divulgação dos nomes dos convidados e dos textos acontecerá no intervalo entre nossas reuniões. Por isso, é fundamental acompanhar nossas redes sociais e os e-mails que enviamos para saber com antecedência quais textos ler antes de participar das reuniões.

    A bibliografia dos encontros está disponível no link:

    https://drive.google.com/drive/folders/1V5FhnLbs6Tm9qMmG5JFe9-B1CbDRCjc6?usp=sharing

    Onde: Plataforma google-meet (link a ser enviado aos participantes).

    Quando: nas quintas-feiras dos dias 11/0211/03 e 08/04 das 17h até aproximadamente 18h30 (encontros mensais).

    1º Encontro – 12/02

    TRINDADE, André Karam; BERNSTS, Luísa Giuliani. O estudo do “direito e literatura” no Brasil: surgimento, evolução e expansão. ANAMORPHOSIS – Revista Internacional de Direito e Literatura, Porto Alegre, v. 3, n. 1, p. 225-257, jun. 2017. Disponível em: <http://rdl.org.br/seer/index.php/anamps/article/view/326>.
    LLANOS, Leonor Suárez. Literatura do direito: entre a ciência jurídica e a crítica literária. ANAMORPHOSIS – Revista Internacional de Direito e Literatura, Porto Alegre, v. 3, n. 2, p. 349-386, dez. 2017. Disponível em: <http://rdl.org.br/seer/index.php/anamps/article/view/320>.

    2º Encontro – 11/03 – Direito na literatura

    NUSSBAUM, Martha. Justicia poetica: La imaginación literaria y la vida pública. Santiago de Chile: Editorial Andrés Bello, 1997. – Prefácio e Cap. 4 (Los poetas como jueces).
    OLIVEIRA, Amanda Muniz. Direito e literatura: um grande mal-entendido? As críticas de Richard Posner e Robert Weisberg ao direito na literatura. ANAMORPHOSIS – Revista Internacional de Direito e Literatura, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 395-416, dez. 2019. Disponível em: <http://rdl.org.br/seer/index.php/anamps/article/view/565>.

    3º Encontro – 08/04 – Direitos Humanos e literatura

    HUNT, Lynn. A invenção dos direitos humanos: uma história. São Paulo: Companhia das letras, 2009 – Cap. 1 “torrentes de emoções”: Lendo romances e imaginando a igualdade.
    SÁENZ, María Jimena. Direito humanos e literatura: um espaço emergente do encontro entre o direito e a literatura na tradição norte-americana. ANAMORPHOSIS – Revista Internacional de Direito e Literatura, Porto Alegre, v. 3, n. 1, p. 5-24, jun. 2017. Disponível em: <http://rdl.org.br/seer/index.php/anamps/article/view/302>.

     

     

    Não Verás País Nenhum, de Ignácio de Loyola Brandão

     

    A partir do ponto de vista que considera a leitura importante para a consolidação de uma democracia efetiva, tomaremos como base uma obra literária essenciais ao entendimento humanístico das questões jurídicas atuais, selecionada pela nossa organização, para suscitar reflexões sobre problemas centrais da contemporaneidade. Neste ano trabalharemos com a obra “Não verás país nenhum”, de Ignácio de Loyola Brandão.

    Em cada um de nossos encontros relatores serão responsáveis por apresentar brevemente o recorte da obra selecionado, da maneira como preferirem. A partir das relatorias, iniciamos a discussão sobre as reflexões suscitadas pela leitura da obra e pela relatoria. Neste ano, trabalharemos com a obra “Não verás país nenhum”, de Ignácio de Loyola Brandão.

    Onde: Plataforma google-meet (link a ser enviado aos participantes).

    Quando: nas quintas-feiras dos dias 25/0225/03 e 22/04 das 17h até aproximadamente 18h30 (encontros mensais).

    A divisão da leitura para os nossos três encontros será:

    1º Encontro:

    1. As sirenes tocaram a noite inteira sem parar. Todavia, pior que as sirenes, foi o navio que afundava, enquanto as cabeças das crianças explodiam” até “18. Depois da Várzea dos Pássaros de Pó, atingem a região do grande lixo plástico. Paralisados, horrorizados, não acreditam no que estão vendo“.

    2º Encontro:
    19. Depois de certa idade, as pessoas costumam recordar fatos da vida. Souza se lembra do avô, por coincidência um lenhador que devastava matas” até “29. O nevoeiro que caiu sobre a história do Brasil logo depois das vergonhosas filas do feijão“.

    3º Encontro:
    30. A Adelaide que surge dos pacotes deixa Souza perplexo. Qual a identidade real de sua mulher? E agora?” até “37. Não dá para acreditar. Vejam só onde me enfiei! Não é uma situação estrambólica? Epa, essa palavra tirei mesmo do baú de antiguidades

    As vagas de ambos os projetos serão limitadas a 30 estudantes por projeto. Limitamos às vagas buscando harmonizar o grupo e focar na qualidade das reuniões. No seguinte formulário, requisitamos obrigatoriamente a elaboração de um texto de motivação, questionando quais são suas intenções para com o grupo de estudos. Portanto, antes de preencher o formulário, reflita sobre qual é a sua intenção ao participar e se você está disposto a empregar seu tempo construindo conhecimento conosco, estudando e discutindo temas de grande relevância para a realidade atual e que acrescentam na formação do jurista do futuro (você). Você pode participar apenas de um projeto ou de ambos, basta avaliar se terá disponibilidade de tempo para acompanhar o cronogramas paralelamente. Haverá lista de espera em caso de algum dos estudantes selecionados não acompanhar as reuniões.

    As inscrições podem ser realizadas clicando aqui até o dia 04 de fevereiro e as vagas são limitas, por isso não deixe para a última hora!

    Por serem projetos distintos, serão emitidos certificados concedendo horas separadamente para cada uma das atividades.

    Eai, bora participar do Literar?


  • Literar | 3ª Edição – Fahrenheit 451

    Publicado em 03/09/2020 às 20:25


    O Literar – Grupo de Estudos em Direito e Literatura, coordenado pela Profa. Dra. Luana Renostro Heinen, convida  toda a comunidade acadêmica para participar da 3ª Edição: Fahrenheit 451.

    O grupo dará continuidade a temária “Narrativas Distópicas”, a fim de analisar o papel do Direito nas Distopias, bem como para propor uma análise distópica sobre a sociedade. Neste semestre trabalharemos a obra Fahrenheit: 451, de Ray Bradbury.

    Bradbury convida o leitor a imaginar um cenário em que os livros são considerados ameaças ao sistema, não coincidentemente, são os bombeiros  quem têm a função de queimá-los, destruindo-os. Na sociedade de Fahrenheit 451 os livros são completamente proibidos. Isso foi decidido pelos próprios cidadãos, imaginando que abrindo mão da liberdade, poderiam proporcionar um mundo sem conflitos, no qual o entretenimento e a ignorância prevalecem. Considerado um clássico da distopia, Fahrenheit 451 continua tão atual quanto na época em que foi lançado.

    A reunião de abertura da edição será no dia 10/09, às 17h e outros dois encontros se seguirão acontecendo às quinzenalmente às quintas-feiras, no mesmo horário. 

    Espera-se leitura prévia dos textos base e complementares disponíveis. Para ter acesso à bibliografia, basta clicar neste link e acessar nosso Drive:

    → https://drive.google.com/drive/folders/11uooT0-JvnG17-C7998CUBYRQl8Pvh21?usp=sharing

    Será concedido certificado de participação com 22h para quem participar de 75% dos encontros do grupo de estudos (participar de ao menos 5 encontros) e de 30h para quem participar de 75% dos encontros do grupo de estudos e ainda contribuir com a exposição virtual. A reunião de abertura da Edição será no dia 10/09, às 17h e outros encontros seguirão acontecendo quinzenalmente às quintas-feiras, no mesmo horário. Para obter certificado inscreva-se no link: http://inscricoes.ufsc.br/literar-2020-2

    O evento ocorrerá via Google Meet no link https://meet.google.com/hsv-xcem-idc

    Contamos com a participação de todos!

     

    CRONOGRAMA DE ENCONTROS E LEITURAS:

    1ª REUNIÃO | 10/09 – PAPEL DO DIREITO NAS DISTOPIAS

    Leitura obrigatória: 

    MATOS, Andityas Soares de Moura Costa. Direito, técnica e distopia: uma leitura crítica. Revista Direito GV, v. 9, p. 345-366, 2013.

    Recomendação: Vídeo: Porque o direito precisa da literatura | TV e Rádio Unisinos

    2ª REUNIÃO | 24/09 – Análise distópica sobre a sociedade – através da Teoria Crítica

    Leitura obrigatória:

    HILÁRIO, Leomir Cardoso. Teoria Crítica e Literatura: a distopia como ferramenta de análise radical da modernidade. Anuário de Literatura, v. 18, p. 201-215, 2013.

    Recomendação: Biografia de Ray Bradbury disponível em https://raybradbury.com/life/

    3ª REUNIÃO | 08/10 – 1ª Parte do livro Fahrenheit 451

    Leitura obrigatória:

    BRADBURY, Ray. Fahrenheit 451. 2. ed. Rio de Janeiro: Globo Livros. 2012. p. 19-92

    Recomendação: Adaptação cinematográfica: Fahrenheit 451 – François Truffaut (1966)

    4ª REUNIÃO | 22/10 – 2ª Parte do livro Fahrenheit 451

    Leitura obrigatória:

    BRADBURY, Ray. Fahrenheit 451. 2. ed. Rio de Janeiro: Globo Livros. 2012. p. 93-140

    5º Encontro | 05/11 – 3ª Parte do livro Fahrenheit 451

    Leitura obrigatória:

    BRADBURY, Ray. Fahrenheit 451. 2. ed. Rio de Janeiro: Globo Livros. 2012. p. 141- 199

    6ª REUNIÃO | 19/11 – Reflexões Jurídicas sobre o livro Fahrenheit 451

    Leituras obrigatórias:

    LOCCHI, Maria Chiara. Fahrenheit 451 e o debate sobre os limites à liberdade de expressão. ANAMORPHOSIS – Revista Internacional de Direito e Literatura, v. 2, n. 1, p. 33-52

    Recomendação: Direito e Literatura – Do fato à ficção: Fahrenheit 451 | Disponível no link:  https://vimeo.com/17851549

    7ª REUNIÃO | 03/12 – Censura e Liberdade de Expressão

    Leitura obrigatória:

    CABRAL, N. L. S. C.; MEGA, V. M. . O mercado da cultura e da comunicação: desafios da liberdade de expressão na contemporaneidade. Parágrafo, v. 2, p. 82-98, 2014.

    TORRE, Bruna Della. Com quantos paus se faz uma canoa? Notas sobre a personalidade autoritária. Crítica Marxista, n.50, p.103-109, 2020.

    Leitura complementar: 

    ADORNO, Theodor. Introdução. In: A Personalidade Autoritária, 1950. Disponível em: https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/208/o/Theodor_Adorno_-_Introdu%C3%A7%C3%A3o_%C3%A0_%E2%80%9CA_Personalidade_Autorit%C3%A1ria%E2%80%9D.htm?1349567439. Acesso em: 01/09/2020, 16:37.


  • Bem-vindos à página do Literar

    Publicado em 03/09/2020 às 20:21

    Este é o site do Grupo de Estudos em Direito e Literatura da UFSC, o Literar! Nós ampliamos o nosso canal de divulgação e comunicação com a comunidade acadêmica e o público em geral! Esperamos que com ele possamos difundir ainda mais a importância do estudo do Direito e Literatura!

    Quer saber quem somos? Vá em Literar.

    Quer saber qual será a próxima reunião do grupo de estudos? Vá em 3ª Edição – Fahrenheit 451!